terça-feira, 17 de janeiro de 2017

PASSEATA DOS SERVIDORES DO ESTADO PRESSIONA O GOVERNO E PARCELAS DO SALÁRIO DE NOVEMBRO SÃO ANTECIPADAS!

A passeata dos servidores do estado, convocada pelo Muspe e que teve a participação do Sepe, saiu do Largo do Machado e seguiu pela Rua das Laranjeiras, em direção à sede do governo, no Palácio Guanabara. As duas pistas da Avenida Pinheiro Machado foram bloqueadas pelos servidores, mas a manifestação seguiu de forma pacífica.
Foi exigido o pagamento imediato dos salários dos aposentados e a regularização da folha de pagamento! 
Uma comissão do Muspe aguardou para ser recebida pelo governador, mas não houve negociação porque os servidores se recusaram a conversar com assessores do governo e com a restrição de representantes que estes quiseram impor.
Ainda assim, o governador anunciou o aumento do valor a ser pago, nas duas primeiras parcelas, bem como a antecipação da data da segunda. Apesar disso estar muito longe do que os servidores querem e têm direito, não há como negar que a manifestação pressionou o governo e cumpriu o seu propósito de não dar trégua até que a folha de pagamento seja regularizada para todos os servidores, aposentados e pensionistas.
Não vamos pagar pela crise!

Sepe irá à Justiça para barrar remoção indevida de professor no estado

                A direção do SEPE tem acompanhado a situação da rede estadual e tem questionado a         SEEDUC sobre a remoção de professores no período de férias. A convocação durante o período de férias é ilegal e arbitrária – conforme a Lei 6158/12.
                Diante desse quadro, direção do SEPE/RJ informa a categoria que:
- O Departamento Jurídico entrará com ação na Justiça para solicitar o cancelamento dessa medida;
- Estamos solicitando audiência com a SEEDUC, desde o final de dezembro, para tratar dessa grave questão;
- Estamos cobrando do governo o cumprimento de nossa conquista: uma matrícula, uma escola;
- Continuaremos na luta para que o fechamento de escolas, turmas e turnos, seja revertido. Essa é a principal razão que tem levado a desorganização da vida escolar e temos vários professores e professoras sobrando;
- Vamos questionar a SEEDUC sobre aqueles profissionais que escolheram escola por estarem pressionados pelas Metropolitanas e que essa medida seja revertida;
- A direção do sindicato está questionando a política implementada pela SEEDUC em relação ao Programa Dupla Escola. Os profissionais não podem ser penalizados com redução salarial e aumento de carga horária.
- A direção do Sepe questionará também a situação dos professores de Língua Portuguesa e matemática que estão sendo obrigados a pegar GLP para completar 15 tempos. O que também vem acarretando a sobra de professores.

Veja o calendário de lutas da rede estadual

19/01 (quinta): 
14h30 - reuniao com NUDECOM Defensoria Pública
15h às 18h - abração na UERJ


23/01 (segunda):
18h - palestra da Auditoria Cidadã da Dívida
Avenida Presidente Wilson 210 - 8° andar - ASSIBGE.


24/01 (terça):
11h às 14h e
17h às 19h - atividades na UERJ em sua defesa


25/01 (quarta):
14h - plenária do programa Dupla-Escola  
Auditório do SEPE - Rua Evaristo da Veiga, nº 55/7º andar

27/01 (sexta):
Ato na SEEDUC


02/02
12h- GRANDE ATO MUSPE


Ainda em fevereiro
Ato na frente do TCE contra aprovação das contas do estado



Atenção Rede Municipal!

Na reunião realizada na 7ª CRE, neste dia 13, entre o coordenador, prof. Ernani, e representantes da direção da Regional VI, professoras Dorotéa, Graça, Aparecida e Zezé , foram discutidas as questões colocadas pelo SEPE, como emergenciais, no documento entregue ao secretário Cesar Benjamin.
De imediato, colocamos a necessidade de uma reunião mais ampliada, com todos os segmentos e o sindicato, juntos, que será agendada para a próxima semana, segundo a coordenação.
Reforçamos o posicionamento do SEPE em relação à necessidade de suspensão do processo de reestruturação, incluindo as medidas lançadas no final de 2016. O coordenador respondeu que aguarda orientação do secretário e creditou aos conselhos de representatividade uma possível falha de comunicação sobre a reestruturação que, segundo ele, foi discutida com esses conselhos. Questionamos a ausência de consulta direta às comunidades escolares, com assembleias que abrissem espaço para a escuta das reais necessidades de cada escola a respeito de mudanças tão importantes.
O abono das faltas, assim como a devolução dos descontos da greve de 2014 e os critérios para a migração dos professores para 40h foram cobrados, mas como são de competência do nível central, a coordenação da CRE optou por não se colocar sobre esses pontos

Acordo de Pezão com o governo federal pode trazer de volta vários pontos do "Pacote da Maldade"

Pelo o que a imprensa escreveu a respeito, as tais contrapartidas que o governo golpista de Michel Temer exigirá do Rio para impedir o bloqueio das contas do estado são pesadas: redução dos salários e da carga horária dos servidores; venda de estatais, notadamente a Cedae; aumento do imposto da previdência de 11% do salário dos servidores para 14%; mais cortes nos gastos sociais e sabe-se lá o que mais para punir a população com a cobrança de uma conta de uma crise que não é nossa. Para conseguir mais um pouco de oxigênio para a sua administração falida, Pezão se comprometeu a reenviar para a Alerj tudo aquilo que a luta dos servidores tinha conseguido barrar durante o final do ano de 2016. E vamos barrar novamente, já que não iremos aceitar pagar uma crise que não é nossa. Nenhum direito a menos!
Próxima plenária dos professores "Dupla-Escola" será dia 25/01
Os professores do programa "Dupla-Escola" da rede estadual, que trabalha com jornada em tempo integral em cerca de 250 escolas do estado, se reuniram hoje no Sepe para debater com o sindicato a resistência à intenção da Seeduc de acabar com a gratificação especial desses profissionais - o que significa, na prática, o fim do programa.
Os profissionais decidiram marcar uma nova plenária para discutir a reação ao fim do programa para o dia 25 de janeiro, às 14h, no auditório do Sepe (Rua Evaristo da Veiga, nº 55/7º andar).

DESCONTO NOS SALÁRIOS DOS PROFISSIONAIS DO ESTADO
Comunicado do Sepe sobre o desconto do imposto sindical em favor do SINDISERJ nos salários de dezembro.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

SEEDUC QUER ACABAR COM O PROGRAMA DUPLA ESCOLA – SEPE CONVOCA PLENÁRIA ESPECÍFICA NA QUINTA (05/01)

Atenção, profissionais da Educação do Programa Dupla Escola: em um ataque de fim de ano, a SEEDUC anuncia uma grave desestruturação do Dupla Escola, aumento da exploração e fim da gratificação!
Contra esse ataque, o Sepe convoca todos os Profissionais da Educação que fazem Dupla Escola para a PLENÁRIA de emergência na próxima quinta-feira, 05 de janeiro de 2017, a partir das 14 horas, no SEPE Central. O objetivo é organizarmos a luta em defesa dos direitos e condições de trabalho da categoria no Programa Dupla Escola. Vamos juntos!
Nos últimos dias desse fim de ano, a SEEDUC, por decisão direta de Wagner Victer, anunciou para as direções de escolas do Programa Dupla Escola medidas de completa desestruturação do Programa. A SEEDUC quer acabar com a gratificação paga aos Profissionais da Educação por adesão ao Dupla Escola. A partir desta determinação, os professores passariam a ter de trabalhar no Dupla Escola a carga-horária dos concursos de origem – 16 horas com 12 horas em sala e 4 horas de planejamento todo na escola/30h com 20h em sala e 10h de planejamento todo na escola e assim por diante.
A alocação dos professores seria também pela disciplina de ingresso no Dupla Escola. Os professores que ficarem excedentes seriam encaminhados para as respectivas Coordenadorias para "escolherem escola".
Na prática, estão desmontando o Programa Dupla Escola, aumentando a exploração dos profissionais para "compensar" o corte brutal de verbas públicas ali investidas. Até o momento não há, porém, anúncio de que os "parceiros privados" de escolas do Programa sofrerão alguma mudança.
Mais uma vez vemos que nesta relação entre público e privado, os trabalhadores concursados ficam em situação fragilizada. A retirada da gratificação, da maneira como se dá, é grave. Mais grave ainda é a perda de origem de diversos profissionais, assim como o aumento de exploração através da obrigatoriedade de cumprimento de todos os tempos de planejamento nas escolas (pior, cumprindo os tempos de planejamento na adesão ao Programa, suprimindo-se assim o direito ao planejamento individual de cada profissional).
Lembramos que os professores de 16h e 40h não têm direito pleno ao 1/3 de planejamento, trabalhando mais tempo em sala de aula do que deveriam por garantia da lei nacional. Outra parte do ataque da SEEDUC é que as práticas pedagógicas de aulas integradas e atividades extra-curriculares, que são comuns no Dupla Escola, estão seriamente ameaçadas.

WAGNER VICTER MENTE

Em reunião com as direções das escolas do Dupla Escola, o secretário de Educação que não é educador MENTIU, alegando que o fim da gratificação se daria por exigência do SEPE! Tal cobrança nunca foi feita! O SEPE defende, a garantia de todos os direitos e a valorização de todos os profissionais da educação envolvidos, a consolidação da educação integral em uma perspectiva multidimensional, sem subordinação exclusivamente ao mercado de trabalho/empresas.
O que a SEEDUC está fazendo é desestruturar o Programa para economizar recursos às custas das condições de trabalho dos educadores e, ainda por cima, mente para a categoria tentando nos dividir!

PLENÁRIA DO DUPLA ESCOLA NO SEPE

Por tudo isso, o Sindicato convoca todos os Profissionais da Educação para a PLENÁRIA de emergência na próxima quinta-feira, 05 de janeiro de 2017, a partir das 14 horas, no SEPE Centra


Nenhum texto alternativo automático disponível.

Passeata e ato no Palácio Guanabara no dia 05/01 contra o atraso nos salários!

O Sepe sugeriu e o Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (MUSPE) encampou a realização de um grande ato público no Palácio Guanabara, que será realizado nesta quinta-feira (dia 05 de janeiro). O ato será em defesa dos aposentados, pensionistas e das categorias que ainda não receberam os salários de novembro e o 13º salário e reunirá todas as categorias do funcionalismo em luta contra as tentativas do governador Pezão de destruir o serviço público, além de não cumprir as obrigações trabalhistas, como o pagamento em dia dos nossos vencimentos. O ato público no Palácio Guanabara será precedido por uma passeata, com concentração no Largo do Machado, às 10h. Dali, os servidores sairão em marcha até o Palácio para realizar o protesto contra os atrasos absurdos nos salários de servidores, pensionistas e aposentados.

REUNIÃO DA COORDENAÇÃO-GERAL DO SEPE/RJ COM O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO, CÉSAR BENJAMIN

Indicado pelo prefeito eleito, Marcelo Crivella, o secretario recebeu, no dia 29 de dezembro (portanto, ainda antes da sua posse), a Coordenação-Geral do SEPE dizendo-se aberto ao diálogo com a categoria e seu sindicato, com o qual manterá reuniões frequentes. Sendo um primeiro encontro, evitou assumir maiores compromissos ou detalhar ações, mas recebeu nossa pauta emergencial e as principais reivindicações.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Regional volta a receber doações a partir de 03 de janeiro!

A Regional VI agradece as contribuições que estão chegando em sua sede e irão somar às doações de cestas básicas que estão sendo realizadas pelo MUSPE aos servidores ativos, aposentados e pensionistas que estão sendo tão duramente penalizados, nesse momento de luta e resistência contra as arbitrariedades e atitudes inconsequentes do governo do estado.

A categoria mostra seu sentido de coletividade e de mobilização nesse movimento que valoriza o reconhecimento, o respeito e a dignidade que todos têm direito. 
Temos muita luta pela frente! Ativos e aposentados! Precisamos nos manter firmes!! 


A imagem pode conter: sapatos

Graças à nossa luta neste ano, cinco meses de greve, o governo se viu obrigado a usar o Fundeb e hoje a Educação é uma das poucas categorias em nosso Estado a receber o salário integral, bem como o décimo terceiro.

Precisamos reconhecer a legitimidade da nossa luta e seguir lutando por nossos ideais, em especial, neste momento, pela dignidade do servidor público da ativa ou aposentado!
Parabéns aos envolvidos.

Resistir sempre! Desistir jamais!
Feliz 2017 a todos!


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Campanha Solidária


Pessoal, sabemos todos da situação dos funcionários do Estado. O SEPE e MUSPE estão arrecadando mantimentos para doar aos que têm necessidade. Estaremos recebendo na SEDE da Regional VI, mantimentos não perecíveis, material de higiene pessoal e limpeza. 

Quem puder, entregue doações na SEDE da Regional nos dias 27 e 28, das 14 às 18h. As doações recebidas serão enviadas para o MUSPE.( Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado).